Em reunião, professores afirmaram que revisariam processos contra alunos e não puniriam invasores da reitoria

Uma reunião entre professores da comissão de negociação e representantes dos alunos que ocupam a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) terminou sem acordo. A desocupação da reitoria será debatida durante assembleia de alunos na noite desta segunda-feira.

Um grupo de estudantes invadiu a reitoria na última quarta-feira e a Justiça pede a reintegração de posse do local. Eles têm até as 23h para desocupar a reitoria.

Os professores afirmaram que a revogação do convênio da USP com a Polícia Militar, solicitada pelos alunos, “está fora de questão”. Além do convênio, o fim dos processos administrativos contra alunos estava na pauta.

Os professores disseram que se comprometem a não punir nenhum ocupante da reitoria e a revisar os processos contra alunos para avaliar se são apenas administrativos.

Representantes dos alunos disseram que os professores não aceitaram os pontos reivindicados e que não concordaram com o que foi apresentado.

“Temos esperança que a assembleia decida pela desocupação voluntária sem violência”, afirmou o professor Wanderley Messias.

Estudantes na reitoria no último sábado
AE
Estudantes na reitoria no último sábado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.