Estudante de 15 anos levou socos de colega e sofreu traumatismo craniano leve

selo

O estudante Aílton César do Carmo Maurício Filho, de 15 anos, teve alta na manhã desta quinta-feira da Santa Casa de Ribeirão Preto, no interior paulista. Ele foi agredido nesta quarta-feira com socos na cabeça por um colega na Escola Municipal Dom Luís do Amaral Mousinho, no bairro de Campos Elíseos. Segundo a família da vítima, o adolescente vomitou sangue e sofreu traumatismo craniano leve. A família reclamou da demora no socorro ao jovem.

A briga ocorreu depois de um desentendimento em conversa através de um programa de mensagens instantâneas durante um jogo eletrônico pela internet. O agressor teria se sentido ofendido. A secretária municipal da Educação, Débora Vendramini, afirmou que a psicóloga da escola irá acompanhá-los e que o caso deve ser solucionado com muito diálogo.

A agressão ocorreu por volta das 15h30 desta quarta-feira, durante intervalo entre as aulas, no pátio da escola. Aílton foi agredido por um adolescente de 14 anos que estuda em outra sala. O jovem só foi levado a um posto de saúde no final da tarde. Depois, foi encaminhado à Santa Casa, onde ficou em observação.

A secretária municipal da Educação garante que as famílias dos dois alunos foram avisadas imediatamente. "É um momento de reflexão, de paciência, para mostrar a eles que foi uma atitude impensada, inconsequente e que poderia ser mais séria", diz Débora. Ela informou que os dois garotos deverão voltar a frequentar as aulas na próxima segunda-feira. O caso será apurado pelo 2.º Distrito Policial do município.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.