Aeroviários planejam protesto amanhã em Congonhas

A categoria conta com 20 mil trabalhadores e reivindica 15% de reajuste salarial

AE |

selo

Os aeroviários do Estado de São Paulo planejam realizar na madrugada de amanhã, a partir das 5 horas, uma manifestação no saguão do Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista. Segundo o presidente do Sindicato dos Aeroviários de São Paulo, Reginaldo Alves de Souza, os trabalhadores vão protestar contra a posição dos empregadores, que não querem atender suas reivindicações. A categoria conta com 20 mil trabalhadores e reivindica 15% de reajuste salarial.

Os aeroviários negociam com os empregadores a Convenção Coletiva e têm data-base em 1º de dezembro. Os funcionários das empresas aéreas iniciaram na última quinta-feira a chamada operação padrão, que tem como um dos objetivos o de pressionar as companhias por reajustes salariais.

Dos 990 voos nacionais programados da zero hora desta segunda-feira até as 11 horas da manhã, 253 (25,6%) registraram atrasos superiores a 30 minutos e 44 (4,4%) foram cancelados, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Durante o mesmo período, no Aeroporto de Brasília, dos 70 voos programados, 22,9% registraram atrasos; em Congonhas (SP), dos 80 voos programados, 30% sofreram atrasos; em Guarulhos (SP), dos 78 voos programados, 26,9% registraram atrasos; e no Galeão (RJ), dos 59 voos programados, 47,5% sofreram atrasos.

    Leia tudo sobre: protestoaeroporto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG