Advogada de Lindemberg pede anulação de julgamento

Ana Lúcia Assad pediu nulidade absoluta do júri que condenou o jovem a 98 anos de prisão; promotora disse que advogada pode ser processada por injúria

Fernanda Simas, iG São Paulo |

AE
A advogada de Lindemberg, Ana Lúcia Assad
A advogada de Lindemberg Alves, Ana Lúcia Assad, pediu nulidade absoluta do julgamento que condenou o jovem de 25 anos a 98 anos e 10 meses de prisão . Ela também disse que vai recorrer.

Lindemberg foi condenado pela morte da ex-namorada Eloá Pimentel, 15 anos, e mais onze crimes.

Em entrevista coletiva, a promotora Daniela Mashimoto disse que a advogada Ana Lúcia Assad pode ser processada por injúria e difamação contra a juíza Milena Dias. No segundo dia de julgamento, Assad disse Dias deveria “voltar a estudar” .

Segundo Mashimoto, a Promotoria também quer saber se a advogada tem autorização para o uso de colete à prova de balas, já que a defensora de Lindemberg mostrou dois coletes durante o julgamento porque se dizia “ameaçada”.

A promotora também disse que Lindemberg pode ser processado por porte ilegal de arma e que ele deve ficar 30 anos preso.

Sobre a sentença de 98 anos e dez meses, Mashimoto afirmou: “Foi uma resposta à sociedade, uma sociedade de cidadãos de bem. Precisamos dar um basta à banalização da violência.”

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG