Acusados de agredir peruano em loja de departamentos são indiciados

O homem acusado de furtar um ovo de páscoa e DVDs das Lojas Americanas foi perseguido e espancado pelos seguranças da loja

AE |

elo

A Polícia Civil de Votorantim (SP) decidiu nesta segunda-feira indiciar em inquérito dois seguranças e um funcionário das Lojas Americanas, acusados de agredir o peruano Rafael Alberto Catendeube, de 49 anos, suspeito de furto. O peruano, acusado de furtar um ovo de páscoa e alguns DVDs, foi perseguido e espancado por seguranças e funcionários da loja, na região central da cidade.

Enquanto um segurança aplicava uma gravata para segurar o suposto ladrão, o outro o agredia com socos no rosto. Em seguida, um funcionário apanhou um DVD que estava em uma sacola e usou o objeto para golpear o homem na cabeça.

Na USP: Vídeo mostra agressão de estudante por policial

A sessão de agressões foi filmada por um morador e só foi interrompida com a chegada da Polícia Militar. O peruano, que está no Brasil há três meses, foi levado para o plantão da Polícia Civil e autuado em flagrante por furto. Como não tinha dinheiro para pagar a fiança de R$ 2,1 mil fixada pelo delegado de plantão, acabou preso. A ação dos funcionários só passou a ser investigada depois que as imagens foram exibidas pela televisão.

Por determinação da Delegacia Seccional de Sorocaba, a Polícia Civil decidiu indiciar os agressores por exercício arbitrário das próprias razões e constrangimento ilegal. A vítima das agressões foi submetida a exame de corpo de delito e, se houve ferimento, os agressores também responderão por lesões corporais. A Lojas Americanas informou em nota que os funcionários são orientados a serem cordiais com todas as pessoas e que vai colaborar com as investigações.

    Leia tudo sobre: lojas americanasagressãoperuanoindiciados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG