Dácio Múcio de Souza Júnior, de 29 anos, foi esfaqueado em dezembro de 2009, em uma padaria de área nobre de SP

selo

Eduardo Soares Pompeu, acusado da morte do empresário Dácio Múcio de Souza Júnior, de 29 anos, em uma padaria em Higienópolis, em São Paulo, será levado a júri popular. A decisão foi dada na quarta-feira pelo juiz Paulo César Batista dos Santos, do 1º Tribunal do Júri de São Paulo.

Pompeu irá a júri popular pela prática de homicídio simples. O crime ocorreu após uma discussão em 27 de dezembro de 2009.

Souza Júnior foi à padaria com a irmã Nathália Curti de Souza, 20 anos. De acordo com Nathália, seu irmão discutiu com o segurança, que teria ofendido verbalmente a jovem uma semana antes. Avisada sobre o segurança ter uma faca sob a camisa, Nathália foi buscar o carro. Ao voltar, encontrou o irmão esfaqueado no abdome. Levado para o Hospital Samaritano, vizinho à padaria, ele não resistiu aos ferimentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.