Acusado de matar designer com taco irá para manicômio

Vítima morreu no fim de outubro após passar cerca de dez meses hospitalizada

AE |

selo

A Justiça de São Paulo determinou à Secretaria da Administração Penitenciária a transferência do professor Alessandre Fernando Aleixo para um manicômio judiciário. No dia 21 de dezembro do ano passado, ele agrediu o designer Henrique de Carvalho Pereira com um taco de beisebol na Livraria Cultura, nos bairro Jardins, na zona sul da capital paulista. A vítima morreu após passar cerca de dez meses hospitalizada

Segundo o despacho da 1ª Vara do Júri de São Paulo, "o caso recomenda especial cautela e atenção, especialmente a partir do que consta de relatório psiquiátrico dando conta de que o réu apresenta alta periculosidade para terceiros, sendo portador de esquizofrenia paranoide, e teria interrompido voluntariamente o uso da medicação psicoativa na unidade em que se encontra recolhido". 

O processo contra Alessandre permanecerá suspenso até que o resultado do exame de sanidade mental seja anexado aos autos do processo.

O caso

O designer Henrique Pereira olhava livros da seção de arte da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, localizada na avenida Paulista, zona oeste da capital, quando foi atacado inesperadamente com golpes na cabeça. Desde o crime, o jovem passou por cirurgias e seguia em estado grave internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas (HC).

AE
Bonecos confeccionados pelo designer Henrique de Carvalho Pereira ao lado de uma foto de álbum de família tirada antes da agressão (Foto 20/07/2010)

    Leia tudo sobre: tacomanicômio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG