Acusado de matar designer com taco é transferido para manicômio

Alessandre Aleixo agrediu Henrique Pereira com um taco de beisebol em livraria na av. Paulista; a vítima morreu no último dia 22

Agência Estado |

selo

O professor Alessandre Fernando Aleixo, acusado de matar o designer Henrique de Carvalho Pereira, foi transferido do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na capital paulista, para o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP) de Taubaté (interior de SP). A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que ele deu entrada no hospital psiquiátrico por volta das 14 horas desta segunda-feira.

No dia 21 de dezembro do ano passado, Alessandre agrediu Henrique com um taco de beisebol dentro da Livraria Cultura, na Avenida Paulista, região central de São Paulo. A vítima morreu em 22 de outubro passado, após passar cerca de dez meses hospitalizada.

A 1ª Vara do Júri de São Paulo havia determinado que o detento fosse transferido para um manicômio judiciário. De acordo com o despacho da juíza, "o caso recomenda especial cautela e atenção, especialmente a partir do que consta de relatório psiquiátrico dando conta de que o réu apresenta alta periculosidade para terceiros, sendo portador de esquizofrenia paranoide, e teria interrompido voluntariamente o uso da medicação psicoativa na unidade em que se encontra recolhido".

    Leia tudo sobre: homicídiolivraria culturataco beisebol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG