Acordo pode evitar greve de metroviários de São Paulo nesta quarta-feira

Metrô aceitou a contraproposta dos metroviários sobre o pagamento da Participação dos Lucros e Resultados (PRL)

AE |

selo

O Metrô de São Paulo e o Sindicato dos Metroviários chegaram a um acordo que pode evitar a greve de metroviários programada para quarta-feira (29) . A proposta será levada para a assembleia dos trabalhadores, marcada para as 18h30 desta terça.

Liminar: Liminar impede paralisação de serviços em São Paulo, diz Metrô

O Sindicato dos Metroviários informou que, em reunião ao meio-dia, o Metrô aceitou a contraproposta feita pelos metroviários sobre o pagamento da Participação dos Lucros e Resultados (PRL) referentes ao ano passado. Foi acertado um piso mínimo de R$ 3.900 para pagamento ou o repasse de uma parcela fixa mais um porcentual de 40% sobre o salário de cada funcionário (o que for maior). O Metrô confirmou a proposta.

Há três semanas, o sindicato ameaça com a paralisação, por conta do impasse no pagamento da PLR. Um dos itens que garantia o pagamento integral do benefício, relacionado com a satisfação dos usuários sobre o serviço, não havia sido atingido, o que motivou o início da negociação. Os sindicalistas alegavam que o quesito não tinha relação com o serviço desenvolvido pelos metroviários, mas sim com a lotação no sistema, que seria resultado de anos de falta de investimentos.

    Leia tudo sobre: grevemetroviáriosmetrôsão pauloacordoassembleia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG