Acidente em brinquedo do Playcenter, em São Paulo, faz 8 feridos

Três vítimas seguem internadas, após caírem de uma altura de cerca de sete metros no brinquedo Double Shock

iG São Paulo |

Três vítimas de um acidente, que aconteceu no domingo, em um dos brinquedos do parque de diversões Playcenter, localizado na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, seguem internadas no Hospital Metropolitano. O acidente deixou um total de oito pessoas feridas. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma das travas de segurança do "Double Shock" abriu em plena operação e parte dos ocupantes foi arremessada de uma altura de cerca de sete metros.

Dez ambulâncias foram enviadas para o local - sete feridos foram levados ao Hospital Metropolitano, na zona oeste, e uma mulher de 30 anos, com ferimento na cabeça, foi para a Santa Casa de Misericórdia, na região central da capital paulista.

Das oito vítimas, o Playcenter informou na madrugada desta segunda-feira que cinco tiveram alta e passam bem, enquanto três permanecem internadas - não foram divulgadas mais informações sobre o estado de saúde delas. De acordo com os bombeiros, duas vítimas foram socorridas em estado grave.

AE
O brinquedo Double Shock, do Playcenter, onde aconteceu o acidente

"Colocaram todos para fora"

A vendedora Kamyla Marques, de 21 anos, esperava por volta das 20h por notícias de quatro amigos que haviam sofrido o acidente. Ela também estava no brinquedo no exato momento da pane, mas sua trava de segurança não abriu. "A gente não sabe de nada, colocaram todos para fora sem dar satisfação", diz ela. "Só sabemos que são nossos amigos porque eles estavam no brinquedo na hora do acidente, e uma outra colega viu um deles com a cabeça sangrando", afirma após o acidente.

A autônoma Cione Ramos, de 34 anos, conta que tentou duas vezes ir no brinquedo, mas que ele esteve momentaneamente fechado para manutenção técnica. "Foi uma bênção de Deus, poderia ter sido eu", diz ela, que foi ao Playcenter com dois filhos e amigos.

Brinquedo interditado

Segundo o Playcenter, a atração está interditada para avaliação da perícia, que deve apurar as causas do acidente. O parque informou que o equipamento estava com a manutenção em dia e que está trabalhando e contribuindo com as autoridades para apurar as razões do ocorrido.

O "Double Shock", um dos brinquedos apontados pelo parque como "radical", tem duas gôndolas que giram e balançam 360 graus e em sentido horário e anti-horário - no ponto mais alto, a atração atinge 12 metros de altura. A trava de segurança do Double Shock vem das costas dos ocupantes e fecha na altura da cintura. Em uma das fileiras, esse equipamento abriu, o que fez com que as pessoas caíssem no chão sem nenhum tipo de apoio ou rede de segurança.

Esse foi o segundo acidente no local em pouco mais de seis meses. Em setembro do ano passado, o choque entre dois carros de montanha-russa no Playcenter deixou 16 pessoas feridas . Com sangramentos no nariz e escoriações na cabeça, vítimas foram levadas ao Hospital Metropolitano, na Lapa, zona oeste. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) constataram que a batida não foi causada por pane nos veículos, mas por um problema nos freios.

* Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: São PauloPlaycenteracidenteferidosbrinquedo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG