Acidente e cratera complicam o trânsito em SP

Rua Oscar Freire e viaduto Jabaquara têm faixas interditadas por causa de buraco. Colisão deixa pelo menos cinco feridos

iG São Paulo |

Os motoristas que trafegam próximo à rua Oscar Freire, na região dos Jardins, em São Paulo, devem redobrar a atenção nesta segunda-feira. Uma cratera de dois metros de profundidade por 1,5 metro de diâmetro se formou na noite de domingo e provoca interdições das faixas centrais da via junto à pista sentido bairro da avenida Rebouças.

iG São Paulo
Cratera de dois metros de profundidade se forma em rua de região nobre de São Paulo

Segundo agentes da Companha de Engenharia de Tráfego (CET), ao que tudo indica, o asfalto cedeu após perder a sustentabilidade por conta de uma erosão subterrânea, causada possivelmente pelo estouro de alguma galeria pluvial. Como no local passam também dutos da Comgás, Telefônica e Sabesp, técnicos destas três empresas foram chamados, assim como um engenheiro da Subprefeitura de Pinheiros, para fazer uma avaliação e, a partir dela, saber o que deve ser feito no local. Ainda não há previsão para a liberação.

O motorista que está na Oscar Freire e quer descer a avenida Rebouças em direção ao bairro deve, obrigatoriamente, entrar à direita na rua Artur de Azevedo, atravessar a rua Capote Valente e entrar à esquerda na rua Alves Guimarães. Já a opção para que está na Oscar Freire e quer subir a avenida Rebouças é entrar à direita na rua Cardeal Arcoverde, atravessar a rua Henrique Schaumann e entrar à esquerda na rua Cônego Eugênio, que cruza a Rebouças.

Conforme a CET, o asfalto também cedeu na noite de domindo no viaduto Jabaquara, na zona sul paulista. No sentido centro, a 30 metros da rua Brasópolis, há um buraco de aproximadamente 15 cm. Por razões de segurança, a CET afirma que as faixas da esquerda e central estão ifechadas. Ainda não há previsão para liberação.

Acidente

Uma colisão entre dois ônibus da Viação Sambaíba deixou um motorista gravemente ferido e quatro passageiros com escoriações leves por volta das 4h30 desta segunda-feira, na Vila Souza, região da Brasilândia, zona norte de São Paulo.

O coletivo da linha 971-C (Cohab-Metrô Santana) trafegava pela avenida Deputado Cantídio Sampaio, em uma curva na altura do número 1300, quando acertou em cheio a porta lateral de outro ônibus, sem identificação de linha, que vinha na direção oposta. Segundo os bombeiros, o motorista da linha Cohab-Metrô Santana ficou preso nas ferragens e foi levado em estado grave ao hospital.

Por volta das 9h50, a cidade registrou 62 km de lentidão. A pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, é o ponto mais complicado, e o motorista fica parado da rodovia Castelo Branco até a ponte Cidade Universitária, com 5,5 km. A Radial Leste, sentido centro, é outra via que deve ser evitada. Há filas do viaduto Pires do Rio até a rua Wandenkolk, com 4,6 km.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: buracocrateraOscar FreireViaduto jabaquaratrânsito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG