Acaba nesta sexta vacinação contra paralisia e sarampo em São Paulo

Cerca de 14 mil postos e 51 mil profissionais foram mobilizados em todo o Estado para proteger as crianças durante as férias

AE |

selo

Termina nesta sexta-feira a primeira etapa da campanha de vacinação em São Paulo contra paralisia infantil, que neste ano inclui a imunização contra o sarampo. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, o objetivo é proteger as crianças contra as duas doenças antes do período de férias escolares.

Crianças de até 1 ano de idade devem receber apenas a vacina contra a paralisia infantil. As entre 1 e 4 anos receberão doses contra o sarampo e paralisia infantil. E aquelas entre 5 e 6 anos, somente a vacina contra o sarampo. 

Cerca de 14 mil postos de saúde e 51 mil profissionais foram mobilizados em todo o Estado. O horário de funcionamento dos postos é das 8 às 17 horas. A meta para imunização contra paralisia infantil é atingir 2,67 milhões de crianças, equivalente a 95% das crianças com até 5 anos de idade. Contra o sarampo a vacinação também pretende chegar a 95% de adesão, o que representa 3,17 milhões de crianças. 

São Paulo não registra nenhum caso de paralisia infantil desde 1988. No entanto, como o vírus da poliomielite ainda circula em países da África e da Ásia, é fundamental que todas as crianças menores de cinco anos sejam imunizadas anualmente com as duas gotas da vacina Sabin.

A segunda etapa da campanha contra a paralisia infantil ocorre em 13 de agosto no Estado.

    Leia tudo sobre: saúdevacinaçãosarampoparalisia infantil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG