Moradores da segunda maior favela de SP também cobram medidas que garantam a aceleração das obras da linha 17-Ouro do metrô e retomada do projeto de construção do CDHU

O governador Geraldo Alckmin recebeu, nesta sexta-feira (24), representantes da Paraisópolis no Palácio do Governo. Durante o encontro, ele ratificou o comprimisso de levar o monotrilho até a segunda maior favela de São Paulo.

Governador Geraldo Alckmin e o líder do Movimento #EuAmoParaisópolis, Gilson Rodrigues
Divulgação/Agência Paraisópolis
Governador Geraldo Alckmin e o líder do Movimento #EuAmoParaisópolis, Gilson Rodrigues

A reunião entre o governador e o líder do movimento #EuAmoParaisópolis, Gilson Rodrigues, foi para debater questões relacionadas ao atraso do processo de construção da linha 17-Ouro do metrô. A obra deve melhorar o sistema de transporte público na região do Morumbi, onde a comunidade fica localizada.

Leia também:

Em greve há um mês, professores protestam em visita de Alckmin à obras do Metrô

Governo Alckmin teme 'ônus político' e resiste a fixar meta para o Cantareira

Outro assunto tratato foi os projetos de urbanização da Paraisópolis, que incluem moradia popular da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e saneamento básico, que estão paralisados.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.