Sem chuvas, nível do Cantareira se mantém estável em 19,3%

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Os reservatórios do manancial, que ainda operam com o volume morto, reserva técnica que precisa ser bombeada, estão sem receber chuvas há quatro dias

Agência Brasil

O nível do Sistema Cantareira manteve-se estável de ontem (4) para hoje (5) em 19,3% da sua capacidade, segundo medição diária feita pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Os reservatórios do manancial, que ainda operam com o volume morto, reserva técnica que precisa ser bombeada, estão sem receber chuvas há quatro dias. O nível do Cantareira precisa subir 10 pontos percentuais para atingir o volume útil. Esse era o nível registrado em 16 de maio do ano passado, quando houve esgotamento dos reservatórios.

Leia mais: Governo Alckmin teme 'ônus político' e resiste a fixar meta para o Cantareira

Os demais sistemas que abastecem a regão metropolitana de São Paulo também não apresentaram aumento de nível.

O Sistema Alto Cotia permaneceu em 64,8% da capacidade de ontem para hoje. O Alto Tietê passou de 22,4% da capacidade ontem para 22,3% hoje. O Sistema Guarapiranga caiu de 84,7% para 84,6%. O Rio Claro sofreu redução, passando de 43% da capacidade para 42,8%. O Rio Grande caiu de 96,5% para 96,3%.

Leia tudo sobre: cantareirareservatórioscrise da água

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas