Após ser atingido por disparo, taxista de 56 anos perdeu a direção do veículo e bateu violentamente em um poste

Um taxista morreu ao ser baleado na cabeça durante uma tentativa de assalto no último domingo, na zona norte de São Paulo. 

O taxi levava um casal de passageiros, quando foi abordado por dois indivíduos em uma motos. O assalto foi anunciado e na sequencia, os assaltantes fugiram. O disparou acertou a cabeça de taxista Wanderlei Pereira Nunes, de 56 anos. 

Nunes perdeu o controle do veículo e bateu em um poste. 

De acordo com o sindicato dos taxistas, este é o segundo caso de morte de taxistas em assaltos neste ano. No ano passado, seis profissionais perderam a vida deste jeito. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.