Com 62 anos, idoso faleceu após passar 21 dias em uma unidade de tratamento intensivo (UTI) do Hospital das Clínicas

Vítima de um atropelamento por um motorista embriagado, no dia 26 de dezembro de 2014, Adevaldo Alves Viana de 62 anos, morreu nesta quinta-feira (15) após ficar 21 dias em uma (UTI) do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Leia:  Idosos são atropelados por motorista embriagado em avenida de São Paulo

Motorista embriagado atropela idosos na Avenida Rebouças, São Paulo
Marcos Bezerra/Futura Press
Motorista embriagado atropela idosos na Avenida Rebouças, São Paulo

Na ocasião o irmão da vítima, Arnaldo Alves Viana, também foi atropelado, mas passa bem e já está em casa. O atropelamento ocorreu na Avenida Rebouças, uma das mais movimentadas da capital paulista, enquanto os irmãos se encaminhavam para o Hospital das Clínicas, onde seriam submetidos a uma sessão de hemodiálise.

Os irmão disseram à polícia que o motorista em momento algum prestou socorro as vítimas e a família declarou que o processará. "Que se faça justiça diante do delito cometido pelo motorista embriagado", desabafou o irmão da vítima.

Leia mais:
Motorista atropela 15 pessoas e foge em SP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.