Cidade foi atingida por rajadas de ventos que chegaram a quase 100 km/h. Ao todo, 210 árvores foram derrubadas

O parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, reabriu parcialmente às 15h30 desta segunda-feira (29) após permanecer fechado durante a manhã por causa do temporal que atingiu a cidade na madrugada. Os portões 2, 3 e 9 foram reabertos e as demais áreas seguem interditadas para os trabalhos de remoção das árvores. A expectativa é que o parque seja totalmente reaberto na próxima quarta-feira (31).

O parque não abriu os portões devido a ueda de árvores, que atingiram prédios da administração e o setor de eventos do parque.  Além disso, postes de iluminação foram danificados, segundo a Secretaria do Verde e Meio Ambiente. Os funcionários trabalharam a manhã inteira e parte da tarde para remover as árvores que despencaram. 

Leia mais:  Ventos de 100km/h derrubaram mais de 200 árvores durante a madrugada

São Paulo pode ter nova tempestade nesta segunda-feira

Veja estragos causados pelo temporal

Pancadas de chuva de forte intensidade, com rajadas de vento que alcançaram 96,3 km/h, além de trovoadas e descargas elétricas que atingiram quase todos os bairros da capital paulista e também a região metropolitana. O mau tempo derrubou 210 árvores na cidade de São Paulo, segundo registros feitos até o início da tarde no Centro de Controle Operacional Integrado da prefeitura. Ainda pela manhã, a Companhia Estadual de Tráfego (CET) registrava 139 semáforos com problemas, dos quais 86 já estavam em manutenção e 53 desligados por falta de energia elétrica.

De acordo com a administração municipal, essa intensidade de vento é capaz de derrubar também árvores sadias, dependendo do tamanho e espécie. O último fenômeno semelhante aconteceu em fevereiro de 2013, com o registro de 153 quedas de árvore.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.