Medição feita pela Sabesp aponta que capacidade atual é de 7,3%; antes das chuvas de verão, índice era de 6,7%

Os reservatórios do sistema Cantareira, que abastece a capital paulista e municípios da região metropolitana de São Paulo, atingiu neste domingo 7,3% da capacidade, segundo a Sabesp, empresa de saneamento do estado de São Paulo.

Sem chuva há três dias, nível do Cantareira voltou a ter queda
Dominique Torquato/AAN
Sem chuva há três dias, nível do Cantareira voltou a ter queda

No sábado (27), a capacidade era de 7,4%. O índice considera o volume útil somado à reserva técnica. A queda se dá por conta da ausência de precipitações nos últimos três dias.

A falta de chuva também trouxe reflexos a outros sistemas. O Alto Tietê, por exemplo, registra neste domingo 12,1% e está estável em relação à medição do dia anterior. O sistema Alto Cotia também teve leve queda: 31,7% contra 31,8%. 

Já o reservatório Guarapiranga teve alta em relação ao sábado: 40,8% ante 40,5% do dia anterior.

Economia em pauta

Apesar da melhora, a Sabesp pede para que a população continue economizando água. Desde 1º de fevereiro, os clientes ganham desconto na conta quando reduzem seu consumo. O bônus é 30% para quem diminuir seu gasto em 20% em relação à média de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014. Há também desconto de 10% na tarifa para quem reduzir o consumo entre 10% e 15% e abatimento de 20% para aqueles que diminuírem o gasto de água de 15% até 20%.

Confira dicas para o uso racional da água

Além do bônus, as pessoas que aumentarem o consumo de água em até 20% acima da média terão a conta elevada em 20%. Aqueles que aumentarem o consumo acima de 20% da média terão a conta acrescida em 50%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.