Filhote de golfinho é resgatado no litoral sul de São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Golfinho é da espécie toninha e mede meio metro; o mamífero será encaminhado ao Instituto Gremar para reabilitação

Na manhã desta terça-feira (23) um golfinho filhote fêmea foi resgatado na Praia Grande, litoral de São Paulo. Ele estava debilitado e foi encaminhado para tratamento médico.

Leia mais: Conheça animais com características físicas estranhas

YOUTUBE / REPRODUÇÃO
Golfinho Noel está em recuperação e deve voltar para o mar

O animal batizado de Noel apareceu na praia do Jardim Mirim e foi salvo pela equipe de Salvamento Aquático que o levou de volta ao mar. Porém, por volta das 8h30, o golfinho reapareceu na praia Cidade Ocian, e foi levado para o tratamento veterinário.  

Leia também: 
Com o que sonham os animais?
Ativistas libertam cachorros de criadouro na Itália

O golfinho é um filhote da espécie Toninha e tem aproximadamente meio metro. Será encaminhado ao Gremar, instituto de pesquisa e reabilitação de animais marinhos, para posteriormente voltar ao mar.  

Veja animais com características inusitadas:

Uacari careca: o focinho vermelho é a marca da espécie, encontrada principalmente nas florestas do Brasil e do Peru. Foto: Wikimedia CommonsUacari careca: para cientistas, a cor é resultado da falta de pigmentação no macaco, o que ressalta a coloração dos vasos sanguíneos através da pele. Foto: Wikimedia CommonsPeixe-gelo antártico: a ausência de cor no vertebrado resulta da falta de hemoglobina no sangue. Espécie vive a mil metros de profundidade. Foto: Reprodução/YoutubeSapo roxo da Índia: adaptado para viver grande parte do tempo no subsolo, o girino tem um nariz achatado e pernas curtas próprias para cavar. Foto: Reprodução/YoutubeSapo roxo da Índia: cientistas acreditam que essas características são resultado da adaptação da espécie para viver no subsolo. Foto: Reprodução/YoutubeMacaco-de-Dollman: espécie foi descoberta recentemente em Mianmar e se destaca pelo nariz arrebitado . Foto: Reprodução/YoutubeMacaco-de-Dollman: população da espécie é estimada atualmente em 260 a 300 indivíduos. Eles são alvos de caçadores. Foto: Wikimedia CommonsPolvo-cobertor: encontrado nos mares da Nova Zelândia e Austrália, o animal possui 'cobertor' utilizado para, entre outras coisas, capturar presas. Foto: Reprodução/YoutubePolvo-cobertor: o tamanho do 'manto' serve ainda para identificar machos e fêmeas - fêmeas possuem quase dois metros a mais. Foto: Reprodução/YoutubeMariposa Beija-Flor: encontrado na Europa e Ásia, inseto possui duas trombas para sugar néctar e um mover de asas tão rápido quanto o de um beija-flor. Foto: Wikimedia CommonsSalpa: composto por vários organismos, espécie vive na costa da Califórnia e pode se tornar comum nos oceanos graças a sua capacidade de adaptação. Foto: Wikimedia CommonsGorgulho-girafa: esses besouros utilizam árvores específicas como fonte de alimento e habitat em Madagascar, onde são encontrados. Foto: Wikimedia CommonsGorgulho-girafa: para os machos da espécie, o pescoço é usado como mecanismo de combate durante a luta pela fêmea. Foto: Wikimedia Commons

Só nesse mês de dezembro quatorze animais foram encontrados na Praia Grande; nove tartarugas e quatro golfinhos, porém, Noel foi o único que conseguiu sobreviver.

Leia tudo sobre: golfinhopraia grandelitoralanimal

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas