Em Guarulhos, a Tropa de Choque foi chamada após as famílias iniciarem protestos ateando fogo em pneus e interditando vias

Agência Brasil

A Polícia Militar (PM) acompanha duas reintegrações de posse na manhã desta terça-feira (16), uma na cidade de Guarulhos e outra na zona norte da capital paulista.

Novembro: PM acompanha reintegração de posse em terreno na zona leste de SP

Em Guarulhos, a Tropa de Choque foi chamada após as famílias iniciarem protestos e atearem fogo em pneus, interditando vias, de acordo com a PM. Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), o espaço tem 100 casas de alvenaria e 30 barracos de madeira. Moram no local cerca de 500 pessoas.

O terreno, de propriedade particular, está localizado  na Rua Cristian Alice. A desocupação foi determinada pelos juízes Beatriz de Souza Cabezas, da 4ª Vara Cível do Foro de Guarulhos, e Mauro Civolani Forlin, da 6ª Vara Cível do mesmo Foro.

Mais: Prédio pega fogo durante reintegração de posse em São Paulo

A área da zona norte da capital foi ocupada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), de acordo com a SSP. Cerca de mil pessoas vivem no terreno, em casas de alvenaria e de madeira. A polícia informou apenas que a reintegração ocorre de maneira crítica.

O local foi ocupado em agosto do ano passado e pertence à Elo Empreendimentos Construções, que solicitou a remoção das famílias. O terreno está localizado na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, número 13.370, região de Pirituba.

A ordem judicial foi expedida pela juíza Teresa Cristina Castrucci Tambasco Antunes, da 3ª Vara Cível do Foro Regional XII, Nossa Senhora do Ó.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.