Mudança vai atingir trechos das avenidas Rio Branco, Nove de Julho, Brigadeiro Luis Antônio, Liberdade e rua da Consolação

A Companhia de Engenharia de Tráfego vai reduzir a velocidade de vias importantes da região central de São Paulo, a partir da próxima segunda-feira (15). O programa denominado Área 40 começou a ser implantando em outubro do ano passado.

Leia também:  Marginais Tietê e Pinheiros terão velocidade máxima reduzida

A novidade vai atingir trechos das avenidas Cásper Líbero, Rio Branco, São João, Ipiranga ( no trecho entre a ruada Consolação e avenida São Luis), Nove de Julho, Brigadeiro Luis Antônio, Liberdade e rua da Consolação, que terão velocidade máxima permitida de 40 km/h.

A prefeitura também vai diminuiur de 60 Km/h para 50 Km/h a velocidade máxima permitida na rua Anita Garibaldo, praça João Mendes, viaduto Dona Paulina e nas avenidas Rangel Pestana, Senador Queiróz, Mercúrio e no trecho entre a avenida Cásper Líbero e São Luís da avenida Ipiranga.Motoristas flagrados por radares ou agentes acima dessa velocidade serão multados.

Segundo o diretor de Planejamento, Projetos e Educação da CET, Tadeu Leite Duarte, as mudanças devem dar mais segurança a pedestres, ciclistas e motoristas.

CET vai reduzir velocidade em vias da região central
Reprodução
CET vai reduzir velocidade em vias da região central

"A região tem uma grande integração entre serviços, transportes coletivo, movimentação de pedestres e agora ciclistas. Em um atropelamento a 60 km por hora, a pessoa tem 50% de possibilidade de morrer. Quando o acidente acontece a 40 km/h, a chance de morte cai para 20%".Além disso, com velocidade menor, até a chance de se machucar gravemente é reduzida. Quando está a 60 km/h a chance de não ter sequela é de 30% a 40%. Quando a velocidade vai para 40 km/h, essa possibilidade aumenta para 70%", diz Duarte. 

De acordo com a CET, serão instaladas 366 placas de sinalização vertical de regulamentação e advertência, além de 780 m² de sinalização horizontal nas vias afetadas pela mudança. Antecipadamente foram instaladas 34 faixas de vinil e 62 banners, alertando sobre as alterações.

No ano passado, a prefeitura começou a alteração de limite de velocidades também na região central. Na ocasião, ruas da área denominada Rótula Central tiveram a velocidade reduzida para 40 km/h. Na zona norte, mudanças atingiram trechos da avenidas Braz Leme, Santos Dumont, Morvan Dias de Figueiredo, Cruzeiro do Sul, General Ataliba Leonel, e ruas Jovita, Conselheiro Saraiva, Alfredo Pujol, Chemin Del Pra e Doutor César, em setembro deste ano.
Em outubro deste ano, as mudanças chegaram à região de Moema, na zona sul. No começo deste mês, a região da Penha ganhou uma área de ruas onde a velocidade máxima chega a 40 km/h.

Veja os trechos que terão mudanças
Reprodução/CET
Veja os trechos que terão mudanças

Mudanças nas marginais

Além disso, a CET anunciou, nesta semana, que o limite velocidade máxima permitida nas pistas expressas das marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo, será reduzida para 70 km/h a partir do primeiro semestre do ano que vem, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Atualmente, os motoristas podem trafegar no máximo a 90 km/h nestas vias. Nas pistas locais, a velocidade também vai cair de 70 km/h para 60 km/h.

 "A mudança também visa diminuição de mortes. As duas são campeãs de mortes em São Paulo e até de atropelamentos, apesar de não ser permitido aos pedestres atravessarem essas vias. Os acidentes que acontecem são mais graves", diz. 

Segundo ele, a CET está consolidando uma nova planta de radares para as duas marginais. A empresa responsável por essa implantação tem até março do ano que vem para terminar o serviço. 

Com a consolidação do trabalho, o número de radares será ampliado de 11 para 54 na marginal Tietê e de oito para 35 na marginal Pinheiros. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.