Justiça condena homem por exibir órgão genital a pedestres na Av. Paulista

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cláudio Pena Leandro terá de cumprir 1 ano, 1 mês e 2 dias de prisão em regime semiaberto; ele nega todas as acusações

Um homem foi condenado a mais de um ano de prisão por ter cometido ato obsceno na Avenida Paulista. De acordo com o processo do Tribunal de Justiça de São Paulo, emitido pelo relator do caso, Antônio Sérgio Coelho de Oliveira, Cláudio Pena Leandro cumprirá a pena em regime semiaberto.

Segundo a apuração do caso, o réu estava na via, a principal da capital paulista, quando abaixou as calças e exibiu seu órgão genital a pedestres. Policiais presenciaram a cena e o advertiram, mas o acusado fugiu, sendo capturado pouco depois.

Além do ato obsceno, Cláudio ainda teria ofendido os policiais e tentado agredi-los. Ele, no entanto, negou as acusações e apelou no processo, afirmando que sua calça havia caído pois estava frouxa e rechaçando ter ofendido os agentes públicos.

A pena total é de 1 ano, 1 mês e dois dias de detenção no semiaberto, regime no qual o preso pode apenas pernoitar no presídio, podendo trabalhar fora durante o dia.

Leia tudo sobre: homem nunu na paulista

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas