Último caso ocorreu nesta segunda-feira, na zona leste. Segundo a PM, 30 pessoas cercaram o veículo e atearam fogo

A cidade de São Paulo teve 114 ônibus incendiados este ano, de acordo com a São Paulo Transporte. Além desses, 754 coletivos sofreram algum tipo de avaria durante manifestações na capital. Em grande parte dos casos, populares protestam contra a morte de moradores em bairros da periferia.

Mais um ônibus é queimado na zona sul de São Paulo

Oito ônibus são atacados por dia nas grandes cidades brasileiras, diz jornal

O último caso ocorreu ontem (20), por volta das 23h, na zona leste. Segundo a Polícia Militar, 30 pessoas cercaram o veículo na Rua Antônio Ramos Rosa, no Parque Santo Antônio, e atearam fogo. A PM não informou a razão do protesto.

No último sábado (18), outro ônibus foi incendiado por 20 pessoas. O grupo parou o coletivo e obrigou os passageiros a descer. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o motorista, de 42 anos, não conseguiu se soltar do cinto de segurança e teve queimaduras pelo corpo. O grupo protestava contra a morte de uma pessoa. O caso ocorreu na Estrada Turística do Jaraguá, na zona oeste.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.