Incêndio destrói armazém de açúcar no Porto de Santos

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Terminal da Cargill-Dreyfus ficou destruído e ainda não se sabe o volume da mercadoria perdida; em agosto, um incêndio atingiu um armazém de açúcar da Cosan no porto

Reuters

Um armazém de açúcar em terminal de exportação da Cargill e Louis Dreyfus, no Porto de Santos, foi destruído por um incêndio no início desta segunda-feira, informou a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

O fogo no armazém de número 3 foi debelado antes das chamas chegarem ao armazém 4, afirmou a Codesp, acrescentando que os bombeiros estão trabalhando no rescaldo.

"O armazém inteiro foi queimado", informou a assessoria de imprensa da Codesp.

Não havia informação sobre o volume de açúcar queimado.

Representantes da Cargill não comentaram imediatamente o assunto.

A assessoria de imprensa da Cargill disse que a empresa divulgaria uma nota posteriormente.

Segundo a Codesp, o incêndio foi comunicado às autoridades portuárias às 5h50 desta segunda-feira.

Em agosto, um incêndio atingiu um armazém de açúcar da Cosan no porto.

O incidente ocorreu depois que outro incêndio em outubro de 2013 atingiu terminal açucareiro da Copersucar, o maior do Brasil, causando uma disparada nos preços da commodity.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Leia tudo sobre: incêndioporto de santos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas