Pesquisa mostra que moradores de casas são os mais atingidos pelo corte do abastecimento. Margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos

A maioria dos paulistanos já enfrentou problemas com a falta de água nos últimos 30 dias, segundo pesquisa Datafolha. O levantamento, divulgado na edição desta segunda-feira (20) do jornal Folha de S.Paulo, apontou que 60% dos moradores da cidade de São Paulo ficaram sem água durante o período.

Leia também: 
Funcionários da Sabesp são ameaçados por moradores em bairros onde falta água
Sabesp ignorou crise e retirou mais água do que o determinado, afirmam MPs
Com Sabesp garantindo água só até novembro, Alckmin evita questões sobre crise

A situação é mais grave para quem mora em casas: 67% das pessoas entrevistadas afirmaram ter sofrido com a falta de água nos últimos 30 dias. Já para os moradores de apartamentos, 26% relataram ter tido o problema no mesmo período. 

Sobre a duração da falta de água, três quartos disseram que ficaram mais de seis horas com as torneiras secas. A pesquisa realizada com 804 pessoas tem margem de erro de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos.

Outro ponto ressaltado pela pesquisa é que 65% da população com renda familiar abaixo de cinco salários mínimos disse ter sofrido corte no abastecimento nos últimos 30 dias. Já a população que possue mais de dez salários mínimos, o problema foi relatado por 32% dos entrevistados.

Por último, a pesquisa perguntou aos entrevistados a opinião deles em relação à crise hídrica na cidade: 88% dos paulistanos acreditam que a cidade corre grandes riscos de ficar sem água nos próximos meses e 91% que a população será muito prejudicada;

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.