Acusado de maltratar criança, padrasto é encaminhado para Tremembé

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Maurício Moraes Scaranello é acusado de maltratar a enteada de 2 anos em Araçatuba, no interior de São Paulo

Reprodução
Maurício Moraes Scaranello

O empresário Maurício Moraes Scaranello, de 35 anos, foi transferido na tarde desta quarta-feira (8) para a penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo. Ele é acusado de maltratar a enteada de 2 anos em Araçatuba.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, Maurício Moraes Scaranello permanecerá em regime de observação durante 10 dias.

O caso ganhou projeção após a polícia divulgar vídeos da criança sendo maltratada pelo padrasto. O empresário foi preso na casa onde mora, em um condomínio de luxo em Araçatuba (SP), após uma denúncia anônima.

Roger Abdelmassih preso no Paraguai. O ex-médico era um dos mais procurados do Brasil
. Foto: Fotos PúblicasMaurício Moraes Scaranello é acusado de maltratar a enteada de 2 anos em Araçatuba, no interior de São Paulo. Foto: ReproduçãoOs irmãos Cristian e Daniel Cravinhos ao lado de Suzane Von Richtofen no momento da prisão por duplo homicídio, em 2002. O trio foi condenado pelo assassinato dos pais de Suzanne, Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002. Foto: Mario Angelo/Futura Press Alexandre Nardoni foi condenado a 31 anos de prisão pela morte de sua filha Isabella Nardoni, então com cinco anos, que foi jogada da sacada onde o pai morava. Foto: Reprodução de TVAnna Carolina Jatobá (dir) foi condenada junto com o marido, Alexandre Nardoni, pela morte da enteada Isabella Nardoni. Foto: ArquivoGil Rugai foi condenado a 33 anos de prisão pelas mortes do pai, Luiz Carlos Rugai, e da madrasta Alessandra de Fátima Troitino. Foto: Alice Vergueiro/Futura PressO ex-estudante de medicina Mateus da Costa Meira foi condenado por atirar em uma sessão de cinema em 1999. Três morreram. Foto: Reprodução/YoutubeO jornalista Antônio Marcos Pimenta Neves, 77 anos, foi condenado a 19 anos em 2011 pelo assassinato da sua ex-namorado, a também jornalista Sandra Gomide, em 2000. Foto: Fernando Celescuekci/Futura PressMarcos Valério, foi acusado de desviar recursos de empréstimos e contratos com o BB e a Câmara para os cofres de campanha do PT. Deixou Tremembé em 2009. Foto: Agência BrasilEx-PM Florisvaldo de Oliveira, conhecido como Cabo Bruno, foi condenado a 103 anos de prisão por homicídios. Ele morreu em 2012. Foto: Reprodução/YoutubeNicolau dos Santos Neto foi condenado em 2006 a 26 anos de prisão pelo desvio de R$ 169,5 mi da construção do Fórum Trabalhista de São Paulo. Está em prisão domiciliar. Foto: Reprodução/Youtube/TV Cultura


Leia tudo sobre: iGSPPadrastoTremembéPrisãoabusocriança

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas