Dos 42 metroviários mandados embora por justa causa durante greve de junho, apenas sete ainda não voltaram a trabalhar

O Tribunal Regional do Trabalho determinou, nesta terça-feira (30), a readmissão de mais 23 funcionários do Metrô que foram demitidos durante a greve de junho. Dos 42 metroviários mandados embora por justa causa, apenas sete ainda não voltaram a trabalhar.

Mais:  Greve é descartada e metrô de SP funciona na abertura da Copa

O presidente do Sindicato dos Metroviários comemorou as readmissões. "É uma conquista muito importante para a categoria contra os desmandos do governador Alckmin e o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. Vamos lutar com toda a força para termos de volta os sete companheiros que ainda não foram reintegrados”.

Leia também:
Sindicato denuncia ocorrência de 4 incêndios em 15 dias no Metrô de SP

Os metroviários reintegrados são: Allan Rodrigues de Sousa, Antonio Carlos Freire Antunes, Celso dos Santos Martins, Celso Trapaga Borba, Daniel Seiji Nakaya, Diego Guimarães Pereira,. Fabiano Aparecido Nunes, Fábio Gregório Galindo, Fernanda Peluci Reinholez, Gustavo de Almeida Vieira,Josimar José da Silveira, Julia Coelho da Paz Almeida, Leonardo Pereira dos Santos, Lourival Aguiar Teixeira, Lucas Vieira da Silva, Marília Cristina Ferreira, Raoni Ribeiro Soares, Ricardo Senese, Rubens Alves dos Santos, Silmara Marques Rosa, Solange Aparecida Moreno de Oliveira Chaves, Thiago Santos Oliveira dos Reis e Vitor Duarte Guidini.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.