MTST faz barricada com fogo e bloqueia avenida em protesto relâmpago em SP

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Bloqueio que durou aproximadamente meia hora reuniu cerca de 500 pessoas em via no Morumbi, segundo a Polícia Militar

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) voltou a protestar na capital paulista no início da noite desta quinta-feira (18), quando, com barricadas feitas de entulho incendiado, bloqueou totalmente o trânsito da Avenida Giovanni Gronchi, no nobre bairro do Morumbi, zona oeste de São Paulo. Relâmpago, a manifestação durou pouco mais de meia hora.

TV Globo/Reprodução
Sem-teto erguem barricada na Avenida Giovanni Gronchi, no bairro nobre do Morumbi

Com a presença de aproximadamente 500 pessoas - o grupo fala em cerca de 2 mil -, o protesto teve como objetivo exigir alternativas de moradia para os ocupantes da ocupação Chico Mendes, erguida em um terreno no bairro Jardim Colombo.

O ato começou pouco antes das 19h, partindo da ocupação em direção à avenida. Às 19h11, a PM recebeu o primeiro chamado denunciando a formação de barricadas erguidas na esquina da via com a Rua Clementine Brenner e enviou viaturas ao local. Quando os policiais chegaram o protesto já havia terminado.

O grupo sem-teto ocupou o terreno no Jardim Colombo no último dia 7 de setembro, apenas cinco dias depois de deixar a Copa do Povo - ocupação que ficou nacionalmente conhecida por ter sido feita às vésperas da Copa do Mundo e a apenas 1,5 km da Arena Itaquera.

"A ocupação, que está fincada num bairro dominado pela elite rica paulistana do Morumbi, tem como nome um ser humano que morreu lutando pelos direitos do trabalhadores seringueiros, dos povos das florestas e pela preservação da floresta amazônica", ressaltou o MTST na época da ocupação. "É muito feliz a homenagem que as famílias fazem a Chico Mendes, pois este herói morreu lutando contra a elite"

Leia tudo sobre: mtstprotestogiovanni gronchi

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas