90% dos paulistanos são favoráveis a faixas de ônibus e 88% pedem mais ciclovias

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Pesquisa sobre Mobilidade Urbana divulgada nesta quinta mostrou ainda que o tempo diário gasto no trânsito é de 2h46

Iran Giusti/iG São Paulo
Para 64% dos pesquisados, os governos devem dar mais atenção aos transportes públicos

Pesquisa sobre Mobilidade Urbana divulgada nesta quinta (18) pela Rede Nossa São Paulo e Ibope mostra que a aprovação das faixas exclusivas para ônibus é alta na cidade: 90% dos entrevistados se dizem favoráveis à “ampliação das faixas”.

O levantamento aborda os mais diversos aspectos da mobilidade em São Paulo, como o tempo gasto no trânsito, a frequência com que os paulistanos utilizam o transporte público, a satisfação com o transporte coletivo, o uso do carro etc.

Resultado: Com faixa exclusiva, ônibus ganha de carro por 30 minutos em SP

Para 64% dos pesquisados, os governos devem dar mais atenção aos transportes públicos, sendo construção/ampliação de linhas do metrô ou trem (58%) e de corredores de ônibus (37%) as medidas mais urgentes para a melhoria da mobilidade urbana.

Além disso, aumentou de 86% para 88% o porcentual de paulistanos favoráveis à construção e ampliação de ciclovias na cidade. 

Assista: Implantação de ciclovias causa polêmica em São Paulo

Os entrevistaram mencionaram “construção de ciclovias” (26%) e “mais segurança” (26%) como principais fatores para a utilização de bicicletas como meio de transporte.

Parado no trânsito

Luiz Guadagnoli / Secom
Construção de ciclovias e mais segurança são fatores principais para utilização de bicicleta

O trânsito na cidade foi considerado “ruim” ou “péssimo” por 70% dos entrevistados. E o tempo total gasto no trânsito, incluindo todos os deslocamentos, ficou em 2h46 por dia.

Em um ano, aumentou em 10 pontos percentuais quem tem carro em casa – passou de 52%, em 2013, para 62%, em 2014. O acréscimo foi registrado em todas as faixas de renda, escolaridade e regiões da cidade. Também subiu de 27% para 38% o índice dos que utilizam o carro “todos os dias” e “quase todos os dias”.

Leia: São Paulo aplica uma multa a cada meia hora por invasão de faixa de ônibus

Por outro lado, 71% dos entrevistados afirmaram que deixariam de usar o carro, caso houvesse uma boa alternativa de transporte.

Foram ouvidas 700 pessoas entre dos dias 29 de agosto e 3 de setembro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas