Vereador suspeito de espancar torcedor em SP é preso pela polícia

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Raimundo César Faustino foi capturado em Franco da Rocha; agredido com galho, palmeirense morreu na semana passada

Suspeito de agredir um torcedor do Palmeiras - que acabou morrendo - em uma estação de trem em São Paulo, o vereador de Francisco Morato Raimundo César Faustino (PT), também conhecido como Capá, foi preso pela Polícia Civil do Estado, na tarde desta terça-feira (26). A captura foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública.

Divulgação
Raimundo César Faustino, o Capá: histórico violento em torcida organizada do Corinthians

De acordo com a investigação, Raimundo foi um dos responsáveis pelo espancamento do professor Gilberto Torres Pereira, 31 anos, no último dia 17 de agosto. O torcedor, que fazia parte da torcida organizada palmeirense Mancha Verde, foi atingido com um galho de árvore pelo político, teve traumatismo craniano e morreu dias depois, em 20 de agosto, no Hospital Estadual de Franco da Rocha, na Grande São Paulo.

Leia mais:
Torcedor palmeirense agredido em briga com corintianos tem morte cerebral

O decreto da prisão preventiva do acusado foi feito pela Delegacia Seccional de Franco da Rocha. Raimundo foi capturado na região por volta das 15h desta terça. Além dele, outros quatro torcedores - dois palmeirenses e dois corintianos - estão presos. Eles são suspeitos de terem se envolvido na briga que resultou no óbito.

Apesar de ser o caso mais grave, não foi a primeira vez que Raimundo agiu de forma violenta em confrontos entre torcidas. Integrante da Gaviões da Fiel, ele já se envolveu em diversas brigas com fanáticos de times rivais. Um ano atrás, em agosto de 2013, Raimundo chegou a ser suspenso da torcida após ter sido identificado em um confronto com torcedores do Vasco, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Leia tudo sobre: raimundo césar faustinopttorcedor palmeirensecapáigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas