O motorista do carro ficou em estado grave e foi socorrido; outras duas pessoas também ficaram feridas

Ônibus para a cerca de cinco metros da escadaria principal do Templo de Salomão
Vinícius Gonçalves/Futura Press
Ônibus para a cerca de cinco metros da escadaria principal do Templo de Salomão

Um ônibus invadiu o pátio do Templo de Salomão, no Brás, região central de São Paulo, por volta das 3h40 desta terça-feira (19) após bater em um carro. Três pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. Elas foram socorridas. 

Leia mais:  Dez maiores templos do Brasil comportam mais de 500 mil pessoas

Supertemplo da Universal escancara fragilidade de paróquia centenária em SP

Você sabe por que o Templo de Salomão ganhou esse nome?

Segundo a Polícia Militar, o ônibus trafegava pela Celso Garcia, quando se chocou com um carro prata que seguia pela rua José Monteiro. Com o impacto, o ônibus avançou em direção às grades e parou a cerca de cinco metros da escadaria do templo. Ainda de acordo com a PM, quatro metros da grade ficaram quebradas.

O motorista do carro ficou em estado grave e foi levado a um hospital da região. Não há informação sobre o estado de saúde das duas outras vítimas. A PM também não informou se elas estavam no ônibus ou foram atropeladas. 

De acordo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), O corredor de ônibus sentido centro estava bloqueado próximo a rua João Boemer, por volta das 8h desta terça-feira. A faixa reversível estava montada entre as ruas Júlio Cesar e João Boemer.


O Templo de Salomão foi inaugurado no dia 31 de julho deste ano. A inauguração contou com as presenças da presidente Dilma Rousseff (PT), do governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), e do prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad (PT). 

O mega templo, que pertence a Igreja Universal do Reino de Deus, tem 100 mil metros quadrados de área construída, comporta 10 mil pessoas sentadas, demorou quatro anos para ficar pronto e custou R$ 685 milhões. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.