PM que fazia segurança de Lu Alckmin morre em assalto em SP

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Policial foi abordado por dois homens em uma moto na Cohab Taipas, zona norte; três pessoas foram presas

O policial Militar César Alex de Azevedo, 48 anos, que fazia parte da guarda da primeira-dama do Estado de São Paulo, Lu Alckmin, morreu na manhã deste sábado (9) ao ser vítima de um assalto na rua Joaquim Pimentel, na Cohab Taipas, zona norte de São Paulo. Três pessoas foram presas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o policial trafegava em uma moto quando foi abordado por dois indivíduos em outras duas motocicletas, uma Yamaha Fazer e uma Yamaha Tenerife. Não há informações se o policial reagiu a abordagem.  Após atirarem, os bandidos deixaram a moto do policial e levaram apenas a arma. Azevedo chegou a ser levado ao Hospital Geral de Taipas, mas não resistiu.

As motos usadas durante a ação foram encontradas mais tarde em uma viela próxima ao local do crime.

Horas depois, a polícia ainda prendeu dois irmãos, de 18 e 24 anos, acusados de serem os autores dos crimes. Eles responderam por latrocínio. A polícia prendeu ainda uma mulher de 23 anos, flagrada tentando recuperar os pertences dos suspeitos nas motos abandonadas na viela. Ele responderá por associação criminosa. O caso foi registrado no 72º DP, na Vila Penteado. 

Leia tudo sobre: IGSPassaltoLu Alckminpolicial militar

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas