Feministas realizaram protesto em frente a estação de metrô no centro da capital paulista contra projeto aprovado no dia 04

Feministas exibem faixas e fazem gestos simbólicos com intuito de evitar instalação de projeto
Alice Vergueiro / Futura Press
Feministas exibem faixas e fazem gestos simbólicos com intuito de evitar instalação de projeto









Ativistas feministas tiraram a roupa e exibiram os seios em ato contra a liberação de vagões de metrô voltados especialmente para mulheres, na tarde desta sexta-feira (18), na Praça da Sé, em São Paulo.

Com cartazes afirmando que "vagão rosa não é a solução" e grades simbolizando a segregação das mulheres do restante da sociedade, as duas ativistas com seios à mostra se juntaram ao grupo das feministas presente no local entoando o coro contra a proposta.

No último dia 04 de junho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o Projeto de Lei 175/2013, que obriga empresas a manterem na CPTM e no Metrô ao menos um vagão de cada composição para uso exclusivo de mulheres, como já ocorre no Rio de Janeiro. O intuito da norma, que ainda precisa da sanção do governador Geraldo Alckmin, seria evitar casos de assédio sexual no transporte público do Estado. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.