Quarenta e uma viaturas e 160 homens do Corpo de Bombeiros atuaram para apagar as chamas na zona sul; não houve vítimas

Um incêndio de enormes proporções atingiu, por volta das 16h45 desta quarta-feira (2), uma loja de armarinhos na zona sul de São Paulo, criando uma gigantesca cortina de fumaça negra com dezenas de metros de altura. O acontecimento mobilizou mais de quatro dezenas de viaturas do Corpo de Bombeiros do Estado e mais de uma centena de homens da corporação, que por volta das 20h já haviam controlado os principais focos do fogo.

Cortina de fumaça negra formada sobre o incêndio podia ser avistada a quilômetros do local
Egly Roberto/Futura Press
Cortina de fumaça negra formada sobre o incêndio podia ser avistada a quilômetros do local

O incêndio ocorreu em uma loja no bairro de Santo Amaro, localizada entre a Alameda Santo Amaro e a Rua Senador Dantas. Inicialmente, 13 viaturas foram mobilizadas para atender a emergência, mas a dimensão da ocorrência levou o Corpo de Bombeiros a mobilizar veículos extras - no auge, por volta das 19h, eram 41 carros e 160 profissionais empenhados em apagar as labaredas. Não houve nenhuma vítima.

A assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros informou que, por volta das 20h, o número de viaturas e soldados da corporação já havia dimuído no local, pois o incêndio já havia sido em grande parte controlado, sem se espalhar para prédios e casas vizinhas. No entanto, os trabalhos devem se estender até a madrugada desta quinta-feira (3), já que é necessária a realização do serviço de rescaldo, ou seja, apagar todo e qualquer foco para evitar o recomeço do incêndio.

Ironicamente, neste dia 7 de julho se comemora o Dia do Bombeiro.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.