Equipes da Prefeitura autuaram ainda quatro veículos com som alto, um caminhão de bebidas, e apreenderam 2,5 mil itens de comércio ilegal neste sábado (28)

Eleito informalmente como melhor ponto de encontro entre torcedores em São Paulo, a Vila Madalena reuniu, neste sábado (28), dia de vitória do Brasil sobre o Chile pelas oitavas de final da Copa do Mundo, cerca de 50 mil pessoas, segundo a Prefeitura. Para evitar os excessos que marcaram as comemorações anteriores, foram direcionados mais de 900 agentes públicos para o bairro boêmio: eles atuaram desde as 8h da manhã especialmente no epicentro da confusão, o quadrilátero formado pelas ruas Wisard, Mourato Coelho, Aspicuelta e Fidalga. 

Jovem na “FanFest” da Vila Madalena: “Sou homem, mijo em muro sim"

Centro das comemorações da Copa do Mundo em São Paulo é palco de exageros

De acorco com o balanço oficial, foram autuados quatro veículos e um estabelecimento comercial que recebia evento com som alto; e um caminhão que comercializava irregularmente bebidas. Cerca de 2,5 mil itens de comércio ambulante ilegal foram apreendidos pelos agentes. Quase 60 toneladas de lixo foram recolhidas das ruas por 250 profissionais de limpeza entre 1h30 e 6h deste domingo (29). No total, 160 banheiros químicos foram disponibilizados na região, o dobro do destinado à região na última segunda-feira (23).

As quatro ambulâncias que guardavam a região não realizaram atendimentos graves ou remoções. As ocorrências se limitaram a quatro casos: dois de inconsciência, que levaram a remoção; e outros dois foram de agressão.

A operação deverá ser repetida nesta terça-feira (1º), quando a Arena Corinthians receberá a partida entre Argentina e Suíça, também pelas oitavas de final da Copa do Mundo. “Nossa avaliação é de que toda a operação na Vila Madalena foi de sucesso e avançou muito em relação a outros jogos que tivemos lá. É claro que assim como acontece em todas as ações desse tipo, será preciso alguns ajustes. Vamos aperfeiçoar o posicionamento do efetivo e assim como esse jogo foi melhor do que o outro, esperamos que o próximo seja melhor”, afirmou o secretário municipal de Segurança Urbana, Roberto Porto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.