Ato do MPL reúne 1.500 mil manifestantes em São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Caminhada pelo fim da tarifa de transportes segue pacífica e tem como destino a Marginal Pinheiros

Reprodução/Twitcasting
Concentração do protesto convocado pelo MPL na avenida Paulista nesta quinta (19)

Marcado para as 15h desta qiuinta-feira (19), o ato simbólico que celebra um ano da revogação do aumento da tarifa dos transportes em São Paulo reúne cerca de 1.500 pessoas, segundo estimativas da Polícia Militar. Os manifestantes, concentrados até as 16h na Avenida Paulista, na altura da Praça do Ciclista, prometem seguir em caminhada até a Marginal Pinheiros, onde devem acontecer atividades culturais como apresentações de dança, música e espetáculos teatrais.

Alguns dos protestantes encapuzados como a "tropa do nhoque" fazem críticas à ação policial nos protestos de rua. Catracas alegóricas são erguidas por alguns manifestantes -- na página do Facebook em que o evento foi marcado, uma mensagem antecipava que "(vai ter) muita catraca pegando fogo, já que junho é o mês de pular fogueira!" A manifestação, contudo, ocorre de forma pacífica.

Confira cobertura do MPL sobre a manifestação

Batizada de "Não Vai Ter Tarifa - Ato na Copa do Mundo pela Tarifa Zero", a manifestação é a primeira de grande projeção do grupo na capital paulista desde o dia 26 de outubro do ano passado, quando o Movimento Passe Livre organizou a Semana Nacional de Luta pelo Transporte Público, com protestos concomitantes em outras 12 cidades brasileiras. O protesto desta quinta deverá ocorrer também em outras cidades do País.

Por ocasião do ato, um trecho da pista no sentido Paraíso chegou a ser parcialmente interditada.

Leia mais:

MPL anuncia volta às ruas e testa sua força em manifestação nesta quinta-feira

Leia tudo sobre: ProtestoCopaMPL

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas