Polícia prende suspeito de queimar dentista na Grande São Paulo em 2013

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Jovem estava foragido desde o dia 15 de março. Ele foi preso na última segunda no bairro Canhema, em Diadema

Um jovem de 18 anos, suspeito de participar do assassinato da dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza, em abril de 2013, foi preso no bairro Canhema, em Diadema, na última segunda-feira (9).

Mais: Após roubo, assaltantes colocam fogo e matam dentista em São Bernardo

O adolescente fugiu da Fundação Casa no dia 15 de março. Como na data do crime o rapaz era menor de idade, ele foi apreendido e apresentado ao Departamento de Execução da Infância e Juventude (DEIJU) da Justiça. O caso foi registrado no 3° Distrito Policial de Diadema como captura de procurado.

O jovem e outros dois criminosos invadiram o consultório da dentista e anunciaram o assalto. Cynthia disse que estava com pouco dinheiro, mas forneceu o cartão do banco e a senha. Dois dos bandidos foram a um posto de combustível fazer o saque. Quando descobriram que a dentista tinha apenas R$ 30, a queimaram viva.

Leia tudo sobre: igspdentistaqueimadasão bernardo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas