São Paulo e Rio de Janeiro têm novos protestos contra Copa do Mundo no Brasil

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Manifestantes paulistanos se concentram a partir das 18h no vão livre do Masp. Reunião no Rio será na Central do Brasil

Uma nova rodada de protestos contra a Copa do Mundo acontece nesta terça-feira (15) em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os manifestantes paulistanos se concentram no vão livre do Masp, na avenida Paulista, a partir das 18h. O perfil do evento no Facebook tinha, até a tarde desta segunda-feira (14), 5,1 mil confirmações de presença. A pauta do protesto segue em torno do dinheiro gasto para a realização da Copa do Mundo em detrimento dos serviços públicos que precisam de investimentos. Neste ato, o foco será a situação dos serviços de saúde no Brasil.

Veja imagens do quarto protesto contra a Copa em São Paulo:

Protesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: TIAGO CHIARAVALLOTI/FUTURA PRESSManifestante mascarado na linha de protesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: TIAGO CHIARAVALLOTI/FUTURA PRESSProtesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo, nesta quinta-feira (27), na avenida Paulista. Foto: TIAGO CHIARAVALLOTI/FUTURA PRESSManifestantes fazem cordão ao lado de policiais durante protesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo. Foto: TIAGO CHIARAVALLOTI/FUTURA PRESSProtesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: TIAGO CHIARAVALLOTI/FUTURA PRESSProtesto contra a Copa do Mundo realizado pelas ruas da cidade de São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: TIAGO CHIARAVALLOTI/FUTURA PRESSProtesto contra a Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraNa esquina da av. Brigadeiro Luis Antônio com a rua Maria Paula, policial da Rocam observa a chegada dos manifestantes. Foto: Ana Flávia OliveiraFormação de policiais militares em frente a secretaria de Educação, na praça da República, em São Paulo. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes passam em frente a Câmara Municipal de São Paulo, no centro da capital. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes andam por ruas do centro da capital paulista, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraMalabarista na linha frente do protesto em São Paulo. Foto: Ana Flávia OliveiraRogério, de 29 anos, disse ser parte de um grupo que usa a tática black bloc e que protesta contra o superfaturamento dos estádios. Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes sentados na praça do Ciclista, durante leitura do manifesto que marcou o início da passeata. Foto: Ana Flávia OliveiraFaixa exibida durante protesto contra a Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes durante concentração do 4º protesto contra a Copa do Mundo, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloFaixa usada por manifestantes na capital paulista. Foto: Ana Flávia OliveiraCartaz contra a Fifa, durante o protesto em São Paulo. Foto: Ana Flávia OliveiraProtesto contra a Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraProtesto contra a Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraProtesto contra a Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraProtesto contra a Copa do Mundo em São Paulo, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia OliveiraManifestantes produzem faixas e cartazes durante concentração na praça do Ciclista, na avenida Paulista. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloManifestantes se reúnem na praça do Ciclista, na avenida Paulista, na concentração do 4º protesto contra a Copa do Mundo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloGrupo de manifestantes faz faixa durante concentração do 4º protesto contra Copa do Mundo em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloManifestantes se concentram na praça do Ciclista, no início da avenida Paulista, antes de sair em passeata. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloAntônio José da silva, 49 anos, é artesão
e vai a protestos desde 1982. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloPoliciais durante concentração do protesto contra Copa do Mundo, em São Paulo. Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloEste é o terceiro protesto paulista com participação da chamada "tropa do braço" ou "tropa ninja". Foto: Ana Flávia Oliveira/iG São PauloPoliciais se concentram na região da avenida Paulista, nesta quinta-feira (27). Foto: Ana Flávia Oliveira

A expectativa é que ocorra mais um protesto pacífico, assim como aconteceu na último manifestação, quando não houve confronto e nem presos.

Um ato também está marcado para o Rio de Janeiro, onde nesta segunda-feira havia 300 presenças confirmadas. Os manifestantes se concentram na estação Central do Brasil, no centro da cidade, por volta de 17h30.

Vídeo: 'Tropa do braço' se antecipa a black blocs e acaba com protesto em SP

Desafio: O futuro do black bloc nas manifestações

Este será o quatro protesto paulista com participação da chamada "tropa do braço" ou "tropa ninja", que ao atuar pela primeira vez, em 22 de fevereiro, no segundo ato do ano, causou polêmica ao contribuir com a detenção de cerca de um quarto dos manifestantes e agressão a jornalistas.

Leia também:

Reedição da Marcha da Família pede intervenção militar no País

Marcha da Família com Deus pela Liberdade vira alvo de paródia nas redes sociais

O primeiro protesto do ano aconteceu no dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, e terminou com cerca de 130 detidos e um jovem baleado. Houve confronto com a Tropa de Choque e depredação de estabelecimentos comerciais no centro da cidade. Além de São Paulo, pelo menos outras doze capitais realizaram protestos contra a realização da Copa do Mundo na mesma data.

O terceiro contra a Copa aconteceu no dia 13 de março e teve cinco detidos e um princípio de tumulto entre manifestantes e a Tropa de Choque na avenida Paulista. Cerca de 1,5 mil ativistas participaram do protesto e 1,7 mil policiais foram mobilizados.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas