Sem-terra começam a desocupar prédio do Incra em São Paulo

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Objetivo do ato era chamar a atenção do Poder Público para a reforma agrária, a desapropriação de terras e a necessidade de políticas para o desenvolvimento agrícola

Agência Brasil

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) começaram a deixar a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que estava ocupado desde a manhã desta quarta-feira (9). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Incra. “Neste momento, os manifestantes iniciaram a desocupação e o retorno a seus locais de origem”, informou o Incra.

Procurado pela reportagem, o MST confirmou a informação do Incra, dizendo que os sem-terra estão desocupando o local neste fim de tarde.

Hoje (10) de manhã, os funcionários do Incra foram impedidos de entrar no prédio. Com a desocupação do local, o Incra espera retomar suas atividades nesta sexta-feira (11).

Ontem (9), líderes do movimento informaram que o objetivo do ato era chamar a atenção do Poder Público para a reforma agrária, a desapropriação de terras e a necessidade de políticas para o desenvolvimento agrícola e de mais crédito para a agricultura.

Leia tudo sobre: mstincradesocupaçãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas