Prefeitura de São Paulo vai sortear dois mil boxes na Feira da Madrugada

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Abertura das inscrições será publicada neste sábado do Diário Oficial da Cidade. Reforma do complexo durou cinco meses

Gabriela Bilo/Futura Press
Comerciantes retiram mercadorias durante o último dia de funcionamento da Feira, antes da reforma

Após a reforma no ano passado, os cerca de dois mil boxes da Feira da Madrugada que ainda estão vazios serão sorteados para vendedores ambulantes interessados em ocupar o espaço. A abertura das inscrições será publicada na edição deste sábado no Diário Oficial da Cidade.

No último dia 21 de fevereiro, a prefeitura iniciou a fiscalização da documentação de todos os permissionários após denúncia de que comerciantes ilegais se instalaram na feira sem a devida autorização. Até o momento, 1.496 boxes foram lacrados. “Levaremos para dentro da feira quem está hoje na calçada e queira ir para o espaço”, afirmou o prefeito Fernando Haddad nesta sexta-feira (28) em visita à zona sul.

A vendedora de bijuteria Elaine Cristina de Almeida (33) gostou da reforma, mas precisou comprar seus produtos em outro lugar. Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGEmbora tenha capacidade para 4.225 boxes, poucos deles estavam abertos para receber clientes. Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGFernanda Ana Espindola (34) chegou no Brás e se surpreendeu com a feira aberta. Ela entrou, pesquisou, mas precisou comprar fora. “Está faltando loja.". Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGMovimentação fraca na feira deve se normalizar em janeiro, preveem os comerciantes. Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGA maranhense Raquel Rodrigues (33) vai voltar para o Rio de Janeiro com roupas compradas fora da feirinha. “A divisão dos boxes era muito ruim antes da reforma". Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGAproximadamente 2 mil boxes estão aptos a reabrir. O restante aguarda autorização judicial porque alguns comerciantes foram impedidos de administrar mais de uma loja. Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iG“A gente ainda está se organizando. Muito vendedor precisa trazer sua mercadoria para cá”, avalia Eliane Maria da Silva, de 31 anos, dona de um Box na Ala 20. . Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGEstacionamento da feira recebeu poucos ônibus em sua reabertura nesta quinta-feira (19). Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iG

De acordo com o prefeito, “ocorreu um pequeno incidente contra a regra que foi acordada com o Ministério Público”. “Nós acordamos que só entrará na feira quem estiver legalizado [...] As pessoas querem forçar a entrada em virtude da sobra de boxes, mas não vão poder porque já está tudo acertado com MP”, disse Haddad.

Leia também:  Sem autorização, chineses criam concorrente da Feira da Madrugada

Feira da Madrugada reabre com poucas lojas e compradores decepcionados

Prefeitura é condenada a pagar R$ 5 milhões por atraso na Feira da Madrugada

Reforma

A Feira da Madrugada foi reaberta pela Prefeitura no dia 19 de dezembro do ano passado depois de passar por uma grande reforma, iniciada no dia 8 de julho. Além de se adequar às normas de segurança, sua capacidade foi ampliada de 2 mil para 4 mil boxes, todos padronizados.

Com corredores mais largos, mais banheiros e acessibilidade para pessoas com deficiência, a nova feira agora tem um estacionamento para 300 ônibus. Para a reabertura, a prefeitura realizou o cadastramento dos comerciantes que já estavam autorizados a trabalhar e abriu inscrições para ambulantes que trabalham na região central da cidade.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas