Marginais Tietê e Pinheiros são as vias que registram maior número de mortes, seguidas pela avenida Teotônio Vilela

O número de mortes em acidentes no trânsito de São Paulo caiu 6,4% em 2013 na comparação com 2012, de acordo com o Relatório Anual de Acidentes Fatais divulgado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), divulgado na manhã desta quinta-feira (20). Foram 1.152 em 2013 contra 1.231 mortes em 2012. 

Ciclistas pedalam nus por segurança no trânsito em São Paulo

Rio de Janeiro faz 22 vezes mais testes do bafômetro que São Paulo

Veja imagens de acidente de trânsito:


O balanço anual cruza anotações oficiais do Instituto Médico Legal (IML) e dos boletins de ocorrência de acidentes de trânsito Sistema de Informação Criminal (Infocrim) da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.  

Pela primeira vez em oito ano, houve uqeda de registro de mortes levando em conta todos os tipos de vítimas. A queda foi de 4,8% em relação aos pedestres, de 8% em relação a motociclistas de 32,7% para ciclistas. O dado não se alterou para motoristas  e passageiros. 

As marginais dos rios Tietê e Pinheiros seguem como as vias com mais mortes no trânsito. Foram 39 na Tietê e 24 na Pinheiros em 2013. Em seguida vem a avenida Senador Teotônio Vilela, com 20 mortes, a estrada do M'Boi Mirim, com 19, a avenida Sapopemba, com 17, e a avenida Raimundo Pereira de Magalhães, com 12.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.