Chuva vem acompanhada de descargas elétricas e há riscos de rajadas de vento e queda de granizo, segundo CGE

A chuva que atingiu a cidade de São Paulo na tarde desta terça-feira (18) deixou as zonas sudeste, leste oeste, norte e central, além das marginais Pinheiros e Tietê em estado de atenção, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

Mais: Veja os dez locais onde mais choveu em São Paulo desde 2010

Segundo o CGE, a chuva veio acompanhada de descargas elétricas com potencial para rajadas de vento e queda de granizo. Choveu forte nos bairros de Cidade Ademar, Capela do Socorro, Jabaquara, Vila Mariana e Ipiranga. As próximas horas seguem com tempo instável em São Paulo.

Por volta das 14h25, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 52 km de lentidão nas vias da capital paulista. Segundo o órgão de trânsito, ainda não havia registros alagamentos nas vias monitoradas pela companhia.

Alagamentos

Por volta das 14h26, o CGE registrava oito pontos de alagamento na cidade. Dois deles, transitáveis, estão na região de Pinheiros. Um na rua Guararapes e outro na rua Estados Unidos. Outro ponto, também transitável, fica na região da Mooca, na avenida Alcantara Machado. Na zona sul, há um ponto intransitável na região de Santo Amaro, na avenida Roque Petroni Junior. Os outro quatro pontos são intransitáveis e estão na região da Lapa, na zona oeste.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.