Começa a proibição de circulação de táxis nos corredores de ônibus em São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

A partir de hoje, táxis estão proibidos de usar os corredores de ônibus na capital. Fiscalização só começará em 14 de abril

Começou nesta segunda-feira (17) em São Paulo a proibição da circulação de táxis nos corredores de ônibus, com ou sem passageiros, entre os horários das 6h às 9h e das 16h até as 20h. A medida vale durante os dias de semana. Antes disso, táxis com passageiros podiam usar essas pistas exclusivas sem restrição.

A proibição: SP proíbe táxis nos corredores no horário de pico e libera em algumas faixas

Beatriz Atihe/iG São Paulo
Promotor de Justiça Mauricio Antônio Ribeiro Lopes e o Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto

As medidas foram anunciadas pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, e por Mauricio Antônio Ribeiro Lopes, promotor de Habitação e Urbanismo da Capital, no início na última sexta-feira (14). Elas são resultado de solicitação do Ministério Público Estadual à Secretaria quanto à elaboração de um estudo sobre o impacto do tráfego de táxis na capital.

Já nas faixas exclusivas (localizadas à direita das vias) das marginais Tietê e Pinheiros, eixo Norte-Sul e avenidas Sumaré, Corifeu de Azevedo Marques e Indianópolis, o trânsito estará permitido aos táxis em todos os horários, quando o veículo carregar um passsageiro.

“O serviço de táxi é importantíssimo para a cidade, e essas mudanças são uma conciliação do espaço sem atrapalhar o transporte coletivo”, afirmou Tatto. Ele lembrou que haverá um monitoramento constante das faixas onde os táxis estarão permitidos. Casa haja prejuízo à movimentação dos ônibus, serão feitas adequações.

As autuações começarão em 14 de abril, tempo necessário para a implementação das sinalizações referentes às modificações.

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Táxis protestam contra faixas de ônibus em São Paulo

Segundo um estudo realizado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET|), pela SPTrans, empresa que gerencia os transportes municipais, e por uma consultoria contratada pela prefeitura, os ônibus ganhariam 25% de velocidade caso táxis sejam proibidos de trafegar nos corredores.

Um exemplo apresentado pelo levantamento é o aumento de 19%, em média, na velocidade dos coletivos que trafegam pela avenida Rebouças (zona oeste) e perda de 5% na velocidade dos táxis que trafegam pela mesma via.

Ainda de acordo com a prefeitura, os coletivos andariam 35 % mais rápido no sentido bairro no corredor da avenida Nove de Julho (entre as avenidas Faria Lima e Doutor Arnaldo) se os táxis fossem proibidos de trafegar na via à esquerda. Os usuários de taxis andariam 3% mais devagar no mesmo trecho. As medições foram realizadas no horário de pico da manhã, de acordo com a CET.

Leia tudo sobre: corredores de ônibustáxistrânsitosão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas