SP proíbe táxis nos corredores no horário de pico e libera em algumas faixas

Por Beatriz Atihe - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Decisão da prefeitura de São Paulo começa a valer na próxima segunda. Circulação em algumas faixas exclusivas foi liberada

Após a realização de um estudo de impacto no trânsito de São Paulo e a pedido do Ministério Público Estadual, a prefeitura da capital paulista anunciou nesta sexta-feira (14) que os táxis serão proibidos, a partir de segunda-feira (17), de circular nos corredores de ônibus, com ou sem passageiros, durante a semana, entre os horários das 6h às 9h e das 16h até as 20h. Até hoje, táxis com passageiros podem usar essas pistas exclusivas sem restrição.

O caso: Secretário de Transportes adia decisão sobre táxis em corredores de ônibus

Beatriz Atihe/iG São Paulo
Promotor de Justiça Mauricio Antônio Ribeiro Lopes e o Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto

Apesar da medida começar a valer já na próxima semana, as multas serão aplicadas apenas após 14 de abril, prazo que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) pediu para providenciar a mudança de sinalização nos corredores. 

Para compensar a proibição, a prefeitura liberou que os táxis usem livremente as faixas exclusivas de ônibus nas marginais, no corredor Norte-Sul, na avenida Indianópolis, na avenida Sumaré e na avenida Corifeu de Azevedo Marques. Essas vias só poderão ser usadas em táxis com passageiro.

De acordo com o Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto, a prefeitura irá ampliar o número de radares na cidade a partir deste mês. 

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Táxis protestam contra faixas de ônibus em São Paulo

A decisão foi tomada após uma reunião do Conselho Municipal de Transito e Transportes em janeiro terminar sem definição sobre o assunto. Segundo um estudo realizado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET|), pela SPTrans, empresa que gerencia os transportes municipais, e por uma consultoria contratada pela prefeitura, os ônibus ganhariam 25% de velocidade caso táxis sejam proibidos de trafegar nos corredores.

Um exemplo apresentado pelo levantamento é o aumento de 19%, em média, na velocidade dos coletivos que trafegam pela avenida Rebouças (zona oeste) e perda de 5% na velocidade dos táxis que trafegam pela mesma via.

Ainda de acordo com a prefeitura, os coletivos andariam 35 % mais rápido no sentido bairro no corredor da avenida Nove de Julho (entre as avenidas Faria Lima e Doutor Arnaldo) se os táxis fossem proibidos de trafegar na via à esquerda. Os usuários de taxis andariam 3% mais devagar no mesmo trecho. As medições foram realizadas no horário de pico da manhã, de acordo com a CET.

Leia tudo sobre: táxissão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas