Mulher teria tido uma discussão com funcionário depois de entrar em uma fila de embarque preferencial no trem de SP

A vigilante Nivanilde de Silva Souza, de 38 anos, que foi atingida por um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) após uma discussão com um funcionário da companhia, morreu na madrugada desta sexta-feira (28), segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, em Santa Cecília.

O caso: Mulher é atingida por trem após discussão com funcionário da CPTM

Caso ocorreu na estação da Luz da CPTM
GERO/FUTURA PRESS
Caso ocorreu na estação da Luz da CPTM

De acordo o hospital, a morte que aconteceu por volta das 2h30. Ela estava internada desde a terça-feira (25) depois de cair na plataforma ao ser abordada por seguranças na Estação Luz da CPTM.

Outro caso: Preso em MG suspeito de empurrar mulher nos trilhos do Metrô de SP

Segundo a empresa, a vigilante teria tido uma discussão com um funcionário da companhia depois de entrar em uma fila de embarque preferencial. A CPTM divulgou uma nota em que disse ter socorrido a vítima e estar apurando o caso. A polícia investiga o caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.