Nível de água no sistema Cantareira fica abaixo de 17% pela primeira vez

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Volume armazenado chega a 16,9%, o mais baixo da história. Hipótese de racionamento está descartada, segundo a Sabesp

O nível de água no sistema Cantareira caiu a 16,9% nesta terça-feira (25), de acordo com a Sabesp. O volume armazenado é o mais baixo da história. O sistema passou a ser utilizado em 1974 para abastecer a cidade de São Paulo e cidades da região metropolitana. O número atual de usuários está em torno de dez milhões. A hipótese de racionamento de água está descartada. 

Chuvas precisam triplicar para sistema Cantareira atingir nível ideal

Cidades paulistas enfrentam sistema de rodízio no abastecimento de água

Valinhos decreta estado de emergência

Veja fotos do sistema Cantareira:

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia StavisSistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas. Foto: Patricia Stavis

Para que o volume de água armazenada atinja níveis minimamente aceitáveis, é preciso que a cabeceira do sistema receba pelo menos três vezes mais chuvas do que o normal, segundo estudo realizado pelo Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). O estudo leva em conta a necessidade de consumo durante os meses de estiagem seca, que têm início em maio e terminam em setembro.

Embora os paulistanos tenham enfrentado fortes chuvas na última semana, a precipitação na região do sul de Minas Gerais, onde se formam os rios que abastecem o sistema Cantareira, não foi suficiente. Essa cabeceira está localizada nas cidades de Camanducaia, Extrema, Sapucaí-Mirim, Joanópolis e Nazaré Paulista.


Leia tudo sobre: igspáguaabastecimentosão paulofalta de águasistema cantareira

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas