Passageiros de voo da TAM desviado para as Ilhas Canárias chegam ao Brasil

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Rota foi alterada por falha em equipamento de ventilação do banheiro da aeronave, que emitiu cheiro desagradável

Os 234 passageiros e 17 tripulantes do voo JJ9374 da TAM que partiu de Frankfurt, na Alemanha, com destino a Guarulhos e teve de ser desviado para o aeroporto Las Palmas, nas ilhas Canárias, no sábado (22), chegaram ao Brasil na madrugada desta segunda-feira (24). A rota da aeronave foi alterada por suspeita de vazamento de carga química. Após inpeção, a hipótese foi descartada e verificou-se falha em um equipamento de ventilação do banheiro do fundo do avião. 

Edison Temoteo/Futura Press
Passageiros de voo da TAM desviado para as ilhas Canárias após falha de equipamento chegam ao Brasil


Os passageiros relataram momentos de tensão e reclamaram que a companhia aérea não forneceu informações sobre o que acontecia com a aeronave. Em depoimento à TV Globo, um dos passageiros, Danillo Silva, disse que a tripulação não conseguiu disfarçar o nervosismo. "A tripuçação estava totalmente aflita. Era percept[ível no rosto da tripulação, tanto que uma das aeromoçoar estava passando mal". Outros relataram a sensação de alívio na chegada ao País.

Voo da TAM com destino a Guarulhos é desviado para as ilhas Canárias

A TAM informou que "tomou todas as providências para que os passageiros fossem acomodados durante a inspeção e preparação da aeronave para uma nova decolagem".

"A companhia esclarece que o procedimento não colocou em risco a segurança do voo, porém se fez necessário para garantir o conforto dos passageiros, já que a falha ocasionou cheiro desagradável a bordo", informa a TAM, em nota. "TInha um cheiro estranho. Para mim, parecia um plástico queimado, um plástico derretido", afirmou o passageiro Alfredo Bonfai. 

Leia também:

Justiça ouve réus do acidente com avião da TAM em São Paulo

Veja página especial do iG sobre desastres aéreos

Agência de aviação britânica alerta sobre risco de baterias em aeronaves

O site local TeldeActualidad informou que a aeronave transportava produtos tóxicos e que equipes dos bombeiros, da polícia e das Forças Armadas foram mobilizadas para um pouso de emergência. A TAM nega. Segundo a empresa, o que houve foi apenas um pouso não previsto.

Em nota, a Boeing, fabricante da aeronave, afirmou que etá investigando as causas do acidente. 

Leia tudo sobre: igspsão paulotamaviaçãoilhas canáriasvoodesviofrankfurt

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas