Grupo é apontado pela polícia como responsável por atear fogo a dois coletivos, tentar atacar um terceiro e jogar gasolina no rosto de um cobrador na zona norte da cidade

Sete jovens suspeitos de incendiar dois ônibus, tentar atacar um terceiro coletivo, e jogar gasolina no rosto de um cobrador na tarde de segunda-feira (10), na zona norte de São Paulo, foram presos na terça-feira (11), de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Três deles tiveram prisão temporária decretada e quatro, menores de 18 anos, foram apreendidos.

Oito ônibus são atacados por dia nas grandes cidades brasileiras

Veja imagens de ônibus incendiados em São Paulo:

Os detidos moravam perto de "Digão", apontado pela polícia como mandante do incêndio a um ônibus no dia 25 de janeiro, no Jardim Elisa Maria, também na zona norte. Ele foi detido em 30 de janeiro. Um adolescente de 16 anos que também é suspeito de participar da ação foi apreendido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.