Um outro ônibus também foi atingido no acidente, que complica o trânsito na região da av. Vereador José Diniz

Duas pessoas morreram e oito ficaram feridas após um ônibus biarticulado esmagar um carro e bater contra a traseira de um outro ônibus articulado, na avenida Vereador José Diniz , na altura da rua Joaquim Nabuco, na região do Brooklin, zona sul de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (12).

Ontem: Carro passa mureta de proteção e atinge outro veículo no Minhocão

Sete viaturas do Corpo de Bombeiros atuaram no resgate. As oito vítimas feridas que estavam no ônibus biarticulado foram encaminhadas a hospitais da região e nenhuma corre risco de morte.

Mesma avenida: 
Avenida Vereador José Diniz teve acidente semelhante com ônibus há dois anos

As duas vítimas fatais estavam no veículo esmagado, um táxi executivo de cor preta e com placas vermelhas, que ficou embaixo de um dos ônibus de tal forma que é difícil visualizá-lo nas imagens do acidente.

A retirada das vítimas das ferragens só foi possível cerca de 3 horas depois do acidente, quando o ônibus pode ser retirado de cima do veículo.

A colisão prejudica o trânsito nos dois sentidos da via. A faixa da esquerda está interditada tanto no sentido centro, como no sentido bairro. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) orienta aos motorista que evitem a região. Uma alternativa é utilizar a avenida Santo Amaro. 

Veja o local do acidente:

Outro acidente

Após a forte colisão, ônibus ficou sobre o carro na avenida da zona sul de São Paulo
Diogo Moreira/Futura Press
Após a forte colisão, ônibus ficou sobre o carro na avenida da zona sul de São Paulo

Não foi a primeira vez que a avenida Vereador José Diniz registra um acidente como o ocorrido da manhã desta quarta-feira. Há quase dois anos, um ônibus biarticulado atingiu um Mitsubishi ASX, que virou e foi arrastado até o canteiro central da avenida. Na ocasião, os casal que estava no carro morreu.

O motorista do ônibus foi indiciado por homicídio com dolo eventual, quando não há intenção de matar, mas se assume um risco. De acordo com testemunhas, o motorista dirigia em alta velocidade em um ponto onde o semáforo estava quebrado.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.