Rompimento de adutora deixa moradores sem água na zona sul de São Paulo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Acidente causa alagamento em obra do córrego Ponte Baixa e afeta abastecimento no Jardim Vergueiro.

O rompimento de uma adutora da Sabesp deixa sem água moradores da região do Jardim Vergueiro, na zona sul de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (7). O acidente provocou o alagamento da obra do córrego Ponte Baixa, na Rua Tomás do Vale, na altura da Rua Luís Aranha Vasconcelos. 

Porto Alegre bate recorde de calor e São Paulo foi a capital mais seca

Cidades paulistas enfrentam sistema de rodízio no abastecimento de água

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Rompimento de adutora no Jardim Vergueiro, na zona sul de São Paulo


Onda de calor

O acidente acontece em um momento de ameaça ao abastecimento em São Paulo e na região metropolitana. A onda de calor e a falta de chuvas deixam reservatórios da região em níveis críticos. No interior, há cidades que já adotaram racionamento.

Na última segunda-feira (3), o Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (Daev) precisou suspender o abastecimento em 13 bairros do município para levar água a outras dez localidades. Caso não chova, o órgão estima que o sistema tenha capacidade para operar de forma autônoma por mais 100 dias.

Em Itu, a prefeitura decretou racionamento de água e a medida começou a valer a partir da noite dessa quarta-feira. A distribuição será interrompida às 20h e só retornará depois das 4h e vale para toda a cidade.

Para evitar o racionamento na região de Campinas, Piracicaba, Limeira, o comitê que representa as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, o Consórcio PCJ, reivindica a mudança na partilha de água em relação à região metropolitana de São Paulo.

Economia

Para incentivar a economia de água, a Sabesp lançou uma campanha em que oferece um desconto de 30% no valor da conta de quem conseguir economizar 20% em relação ao gasto médio dos últimos 12 meses. Podem participar os consumidores residenciais, comerciais e industriais que são abastecidos por esse sistema.

A companhia pede para que a população economize água, adotando medidas como tomar banhos mais curtos, usar vassoura em vez de mangueira para limpar quintais e calçadas, acumular as roupas para utilizar a máquina de lavar na capacidade máxima e fechar a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba.

* Com Agência Brasil

Leia tudo sobre: águaabastecimentoigspsão paulozona sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas